By Bruna Lins | 20 de junho de 2016.

Como construir uma casa barata gastanto a quantia certa


Como construir uma casa barata? Essa é uma pergunta que muita gente se faz, uma vez que o desejo de realizar o sonho da casa própria e fugir do aluguel ainda persiste com muita gente ainda muito longe de alcançar esse objetivo.





Mas quando se trata de não gastar muito para construir, a primeira dica é buscar por um projeto simples, porém, isso não precisa significar que vai precisar ser uma casa muito pequena e sem sofisticação.

Quando se planeja uma construção, através de um projeto que se adéqüe as nossas necessidades e também as nossas condições financeiras para realizar esse sonho devemos colocar no papel todos os gastos possíveis para essa construção, e sempre preferir os materiais de primeira qualidade, o que garantirá o maior conforto morando em um imóvel que é só nosso.





Busque ajuda de um profissional consciente que poderá ajudar a elaborar um projeto mais barato, mas não basta apenas se preocupar com a redução dos custos, é preciso que essa casa no final ofereça pelo menos o mínimo do conforto que é necessário para toda a família.

Nesse projeto podemos contar com uma cozinha conjugada com a sala, economizando o material de pelo menos 1 parede divisória, cobertura com duas águas sem detalhes característicos, e isso ainda inclui um ponto mais baixo nas tesouras.

Em cada ambiente do imóvel procurar planejar para deixá-los mais versáteis.

Mão de obra – existe um risco de buscar o trabalho de um profissional que cobre um valor camarada na construção de sua casa, por isso, é preciso ficar atento. Com um pouco de sorte, podemos até encontrar um pedreiro bem conhecido, quem sabe amigo da família que possa facilitar os valores desse trabalho.

Porém, se isso não for possível, não exite em pagar o valor correto que o profissional pedir, desde que seja um profissional realmente responsável que não vai tentar enrolar e relaxar no trabalho.

Fundação da casa – com respeito a fundação da casa e também a estrutura, não podemos exigir tanta economia, uma vez que tanto a fundação como a estrutura precisa seguir algumas normas com respeito a distribuição do peso, um cuidado que deve ser seguido segundo os cálculos estruturais fornecido pelo engenheiro responsável pela obra.

Tijolo modular – entre os materiais que existem e ajudam a diminuir os gastos com a construção civil podemos citar o tijolo modular que também é conhecido por bloco de concreto vazado. Esse material na construção civil, quando sobrepostos não necessitam de argamassa, uma vez que usamos cola a base de PVA para soldá-los com perfeição.

Por conta desse detalhe no uso desse material, esse é um trabalho que dispensa a mão de obra profissional. O uso desse tijolo garante uma economia de até 30% em relação a alvenaria tradicional.

como  contruir uma casa barata com tijolo a vista

como construir uma casa simples e barata

como contruir uma casa barata com designer moderno

como contruir uma casa barata com tijolo modular

como contruir uma casa barata e diferente

Cobertura do imóvel – já que a intenção é economizar nos gastos da construção do imóvel, a cobertura precisa seguir um modelo simples. Isso envolve uma arquitetura simples com duas águas e um ponto mais baixo, precisando apenas incluir um isolamento térmico logo abaixo da cobertura com telhas de fibrocimento.

Instalação elétrica – esse é um quesito onde também podemos economizar nos gastos, desde que aconteça uma instalação elétrica correta seguindo um projeto elétrico ideal para garantir a segurança do imóvel. Com esse projeto é possível usar toda a fiação com a bitola correta, levando-se em conta o número de tomadas e lâmpadas em cada ambiente.

Ainda com respeito a instalação elétrica, melhor é optar por rede monofásica de 110V que é o padrão da maioria das concessionárias de energia elétrica. Já com respeito às tomadas e interruptores, estes podem ser bem simples, porém dentro das normas da NBR.

Instalação hidráulica – esse é mais um ponto importante na obra, quando devemos optar por materiais simples, porém de qualidade garantida. Apesar da necessidade de economia, se descuidarmos da qualidade da tubulação e conexões usadas no imóvel, em pouco tempo podemos sofrer com vazamentos diversos, causando prejuízos e grandes transtornos.

Isso vale tanto para o encanamento de água como o encanamento de esgoto.

Pisos e azulejos – os pisos e azulejos sempre estão presentes em uma obra residencial, mas nesse caso, quando é necessário economizar, com um pouco de calma e uma pesquisa de mercado, podemos encontrar boas ofertas de pisos e revestimentos de parede de boa qualidade com valores mais baixos, especialmente quando se trata de pontas de estoque.

Aberturas – outro quesito que podemos economizar, e, nesse caso, melhor é optar por janelas de aço, que são bem resistentes e tem valores mais em conta, e isso também pode ser válido com respeito às portas externas, enquanto que as portas internas podem ser de madeira laminada.

Bom, existem ainda muitos itens que devem ser pensado com cuidado por se tratar de uma construção com menos gastos, mas sejam quais forem as alternativas em material buscado no mercado para essa construção, o importante é que cada item ofereça suas qualidades, não importando se tem um acabamento mais simples.

Nessa hora leve em conta as qualidades e deixe a beleza em segundo plano.